PODER JUDICIÁRIO: CASAMENTO COMUNITÁRIO É REALIZADO EM TRÊS MUNICÍPIOS - LEIA!

Postada em 09 julho 2024, 20:59:00

O final de semana foi de muita emoção para 31 casais que participaram de mais duas cerimônias do Casamento Comunitário, do Poder Judiciário do Estado de Rondônia. Os eventos foram realizados nas comarcas de São Miguel do Guaporé e Nova Brasilândia D’Oeste, atendendo também as comunidades vizinhas, incluindo o município de Seringueiras.

Dentre as dezenas de histórias de vida em comum, destaque para Maria Aparecida Mendes e Israel Mendes. Eles se conheceram pelo TikTok, o casal superou a distância de mais de 3 mil quilômetros para celebrar sua união. Ela tem um perfil com conteúdo evangélico, como ela própria define o conteúdo que gerou a primeira conexão entre o casal. Após as curtidas e interações, a paquera se materializou e Israel partiu de Tubarão, Santa Catarina, para morar em Seringueiras e se unir a Maria. "Foi um momento muito especial para nós", declarou a noiva, emocionada.

Diferente do casal que se conheceu pela internet, Ronaldo Matos e Maria Carvalho se casaram há 28 anos, mas apenas na igreja. Agora, com o projeto da Justiça de Rondônia, eles puderam oficializar a união e ter o documento que comprova o casamento de fato de quase três décadas. É, também, o caso de Jucenir e Zilmar Gabriel. Com duas filhas e há 19 anos juntos, aproveitaram a oportunidade para transformar a união estável em casamento civil. 

 

O projeto, organizado pelo Núcleo de Métodos Permanentes Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos, o Nupemec, já alcançou 7 comunidades este ano, proporcionando certidões de casamento gratuitas para 260 casais. O serviço inclui tanto casais que já convivem há anos quanto aqueles que estão no início da convivência. O importante é que todos(as) possam exercer os direitos e ter pleno acesso à Justiça, como pontuou a juíza Denise Pipino, da comarca de Nova Brasilândia D’Oeste. A magistrada comentou que a ação mostra o quanto o Poder Judiciário está preocupado com a cidadania e em mostrar para a população os seus direitos.

 

Já a juíza Sophia Veiga, de São Miguel do Guaporé, ressaltou a importância do evento: "Estar próximo das pessoas é sempre bom, tanto para os cidadãos que recebem o atendimento quanto para a Justiça. As famílias se arrumaram, compareceram para prestigiar esse momento", destacou.

Além das autoridades judiciárias, também participaram das solenidades, em São Miguel, o pastor Rosivaldo de Moraes, da Assembleia de Deus e a representante do Cartório Extrajudicial da cidade, Rossana Braga Uliana. Em Nova Brasilândia, participaram o ministro extraordinário da comunhão Eucarística da Igreja Católica, Eduardo José da Silva; e o titular do Cartório local, Francisco Manfredo do Amaral Almeida.

O desembargador José Antonio Robles, presidente do Nupemec, prestigiou as duas cerimônias e falou aos casais, com bom humor e didatismo, da importância das uniões para o conjunto da sociedade. O magistrado também comentou sobre a iniciativa, destacando a relevância do acesso à justiça para a população. “Nós trouxemos mais cidadania para essa comunidade Nós estamos muito felizes e saindo daqui realizados por ter participado desse momento histórico. É uma maneira de mostrar que a Justiça está presente, acessível e humana, aproximando-se da comunidade", afirmou Robles.

 

O evento foi repleto de carinho e cuidado em cada detalhe, tornando o momento ainda mais especial para as famílias presentes. Com direito a decoração, painel para fotografias, troca de alianças e o tão esperado beijo dos noivos. Para o desembargador Robles, as cerimônias comunitárias reforçam laços e celebram o amor de maneira inclusiva e acessível, e contribuem para o fortalecimento das famílias nas regiões atendidas.

 

Texto:

Assessoria

 

Fotos:

Divulgação

Enquete

PLACA MERCOSUL : MODELO DEVE TER NOVA MUDANÇA COM NOMES DE ESTADOS E CIDADES, VOCÊ CONCORDA?

42
18
Resultados
© 2023 Central Rondonia - Todos os direitos reservados
desenvolvimento Adilson