Depois de longo período de estabilidade da taxa de juros, o Banco Central iniciou um processo de aperto monetário, com aumento de 0,75% na taxa de juros básica da economia, que aumentará o custo do crédito. Mas, o principal objetivo é a contenção da inflação, explica Alexandre Chaia, sócio da Finted. Para ele, essa inflação tem origem no aumento do preço das commodities e na taxa de câmbio. “O Banco Central pretende, portanto, diminuir a tendência de repasse da inflação nos próximos anos e, forçar a queda do câmbio”, explica. Segundo ele, com esse movimento, haverá também uma pressão para acelerar as reformas e, consequentemente atrair investidores. Chaia avalia que, para o próximo trimestre, o cenário ainda é incerto, mas para o final do ano, a tendência é que com a vacinação em massa, a economia e o mercado de consumo voltem ao normal.  

Multas na Lei Geral de Proteção de Dados

Todas as empresas sem exceção precisam se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados. “Aquelas que ainda não iniciaram o processo de adequação estão irregulares desde setembro de 2020, quando a lei entrou em vigor”, alerta a advogada Karolyne Utomi. Segundo ela, a multa administrativa passará a valer em agosto, mas em caso de inadequação, há o risco de intervenção do Poder Judiciário ou de outros órgãos administrativos, como o Procon. As multas previstas podem chegar a R$ 50 milhões, além de suspensão das atividades, eliminação dos dados pessoais e advertências. 

Assista : https://youtu.be/-G4UoEtg0e4  

Autor:

Assessoria