O uso de máscaras de proteção respiratória segue obrigatório nas unidades que prestam atendimento direto ao público. A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), reforça que o item é exigido para pacientes e servidores que atuam nas unidades de saúde.

A utilização da máscara é obrigatória no Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz, na Unidade de Pronto Atendimento Anna Beatriz Oliveira da Silva (UPA do 2º Distrito), nas unidades básicas de saúde (UBSs) e nos demais locais de atendimento ao público.

“Casos de novas linhagens da Ômicron, variante da Covid-19, estão sendo confirmados em diversas cidades do Brasil. Estamos acompanhando, com preocupação, tudo que vem acontecendo. Por isso, reforçamos esse pedido, para que os pacientes e profissionais da Saúde façam o uso da máscara dentro das unidades”, solicitou Wanessa Oliveira e Silva, secretária da Semusa.

Desde março de 2022, o Decreto Municipal nº 1.270 determinou que uso de máscaras de proteção contra a Covid-19. O documento, porém, ressalta a obrigatoriedade do equipamento em ambientes de saúde que prestem atendimento e também para pessoas que estão contaminadas ou com suspeita de infecção pelo coronavírus.

“Precisamos ressaltar que a Covid ainda está por aí e segue passando por mutações e novas variantes. Devemos nos precaver, para evitar que Ji-Paraná não volte a registrar um aumento expressivo de casos”, alertou Relrisson de Souza Soares, gerente-geral do Departamento de Média e Alta Complexidade (DMAC).

Na próxima quarta-feira (30), a Prefeitura de Ji-Paraná inicia a vacinação contra a Covid-19 em crianças com comorbidades, com idade acima de 6 meses até menores de 3 anos (2 anos, 11 meses e 29 dias). As imunizações acontecem nas UBSs Dom Bosco (1º distrito) e L1 Maringá (2º distrito), por ordem de chegada, às quartas, das 8h às 11h e das 14h às 17h.

*************

Fonte/Autor:

Assessoria