O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Jardim dos Migrantes realiza nas segundas e quartas-feiras o Projeto Troca de Saberes, das 8h às 10h, na unidade. As atividades são voltadas para o aprendizado do artesanato como pintura, crochê e reciclagem de materiais em parceria com a Casa do Artesão da Fundação Cultural de Ji-Paraná (FCJP).

O Projeto Troca de Saberes deu origem à Feira Empreende Mulher, com trabalhos desenvolvidos por mulheres em situações de vulnerabilidade social e atendidas pelo Serviço de Convivência de Fortalecimento de Vínculo (SCFV) pelo Cras/JM. Mais de 20 mulheres participam das oficinas que incentivam a conquista da independência financeira.

Segundo a coordenadora do Cras/JM, Lidiane Tanazildo, as ações promovem a troca de experiências entre participantes, despertando uma nova prática e novos projetos. Ela ainda ressaltou que mulheres que sofrem violência doméstica têm a possibilidade de se tornar independentes emocionalmente e sair das situações de abusos e ciclos de violência.

Vários produtos fabricados nas oficinas são expostos na Feira Empreende Mulher, que está na 4ª edição. A feira ocorre três vezes ao ano, nos meses de março (Conscientização e Valorização da Mulher), agosto (Conscientização pelo Fim da Violência contra Mulher) e dezembro (Fomentação da Empatia e Solidariedade). 

Fonte/Autor:

Assessoria