Um dos novos conselheiros é o acadêmico, Matheus Alves 

A Comissão organizadora do Processo Seletivo e Eletivo para a eleição dos novos conselheiros tutelares de Urupá, divulgou oficialmente, nesta segunda-feira (7), o resultado da votação realizada no decorrer do domingo (6) na escola municipal, Adeildo Martins. Dos 58 inscritos, apenas 29 deles passaram por todas as etapas, conseguido oficializar a candidatura.

De acordo com a presidente da comissão, Suelen Dias, todo o processo, desde o início, transcorreu com tranquilidade, dentro da normalidade esperada, e ainda, com o acompanhamento do Ministério Público Estadual (MPE) e o Poder Judiciário, além do próprio Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cmdca).

“55 pessoas se inscreveram, e após várias etapas eliminatórias (seletivas), 33 delas foram submetidas a uma prova, e dessas, 29 conseguiram ‘sacramentar’ a candidatura’, explicou. Para o presidente do Cmdca, Ozório Ludgero Neto Reis, tudo foi feito dentro do Edital publicado com as devidas regras.

Votação

Durante o domingo (6), a maioria dos eleitores preferiram votar no período da manhã. Na escola Adeildo Martins, a Justiça Eleitoral disponibilizou três urnas eletrônicas. Após o encerramento, ocorrido às 17 horas, foi feita a apuração dos votos. Do total de eleitores aptos (8.088), 1.802 compareceram (1,749). Votos em branco, quatro; Nulos, 49.

Eleitos

Após a apuração, foi anunciado a relação dos primeiro cinco titulares, e seus suplentes, ficando assim: 1º Lugar, Tassiane Nascimento Azevedo (288 votos); 2 Lugar, Evelin Natieli Santana (147), 3º Lugar, Mateus Alves Gonçalves (139); 4º Lugar, Fabiana Niza de Souza (114), e em 5º Lugar, Eliane dos Santos Barbosa (113 votos). A posse dos eleitos, acontece em 20 de janeiro, e o salário é de R$ 1.628,00.

Autor:

Jornal,

Diário da Amazônia