Dezoito anos de Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – Proerd nas escolas públicas do Estado e pelo menos 7 anos em escolas municipais. Encontrar, portanto, um número preciso de crianças que passaram pelo Programa é difícil, mas se pegarmos como base este ano, serão 3,1 mil formandos, entre alunos do Município (600) e do Estado (2,5 mil). Multiplica-se este número por 7 (anos) teremos um total de quase 22 mil crianças atendidas pelo Proerd nas escolas públicas de Ji-Paraná, isso sem contar com alunos de algumas escolas particulares que também fizeram parceria com o Programa. São números que impressionam e tornam a parceria reafirmada na manhã desta quarta-feira, 12, entre a Polícia Militar e a Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Educação – Semed, ainda mais importante. A cerimônia de entrega dos kits ao Proerd contou com a presença do prefeito Marcito Pinto, da secretária Leiva Custódio Pereira e autoridades do Poder Legislativo Municipal.

Na parceria, a Polícia Militar entra com os tutores-policiais capacitados e a Secretaria de Educação com os kits, compostos pelos Livro do Estudante, certificados, camisetas, bonés, medalhas e convites para a formatura, tudo padronizado com os símbolos e cores do Programa, que este ano trocou o laranja por um verde claro que lembra o verde da Bandeira Brasileira.

Aproximadamente 600 alunos da Rede Municipal de Ensino receberão os kits, todos alunos do 5º ano de 13 escolas urbanas e mais algumas escolas rurais que recebem o Programa. Os estudantes passam por pelo menos 12 encontros distribuídos em 3 a 4 meses. Nos encontros, além da resistência às drogas licitas e ilícitas, outros temas que costumam levar as crianças ao uso de entorpecentes também são discutidos.

“Não só as crianças, mas os pais gostam muito do Programa porque além da resistência às drogas e à violência, trabalhamos temas como o bullying, a autoestima e valores sociais e de caráter, ou seja, buscamos trabalhar tudo que pode levar as crianças ao uso de drogas. Com isso temos colhido muitos frutos”, explicou a cabo PM Raquel Bernardi, representante da Polícia Militar na cerimônia de entrega dos Kits Proerd, que recebeu das mãos do Prefeito e da Secretária um Certificado de Agradecimentos pelos serviços prestados à comunidade no combate às drogas e à violência.

Já a secretária Leiva Custódio destacou a importância do Programa nesta fase da criança. “Estamos felizes por conseguir manter esta parceria, pois vemos no Proerd um serviço de enorme importância para a comunidade. Se quisermos uma sociedade melhor é preciso investir na criança, pois é muito mais difícil tentar ajudá-los depois que se transforam em adultos. Os ensinamentos trazidos pelo programa são tão importantes que não poucas vezes, quando visitamos algumas escolas, pais de alunos nos dizem que são cobrados em casa, por exemplo, para parar de fumar. Isso mostra que, se não tudo, mas pelo menos parte do que é levado pelo Programa às salas de aula realmente é assimilado por eles”, argumentou.

“Este é o tipo de trabalho que fazemos com prazer, com vontade, porque sabemos que realmente dá resultado. As crianças ficam encantadas com o Proerd, não esquecem as músicas, os ensinamentos, o grito de guerra. Isso é muito gratificante para nós. Sabermos que fazemos parte de algo que realmente pode ajudar a mudar a vida das pessoas para melhor”, concluiu o Prefeito, ao compartilhar com os presentes e a imprensa que no Desfile de 7 de Setembro, na última sexta-feira, levou a família dele para assistir e a filha, de 14 anos, que já passou pelo Programa há cerca de 2 anos, vibrou ao ver passar o pelotão de alunos do Proerd.

Estiveram presentes à Cerimônia com o Proerd além do prefeito Marcito, da secretária Leiva e técnicos da Semed envolvidos com a implantação do Programa na Rede Municipal, os vereadores Ida Fernandes, Izaias Arnica e Lorenil Gomes.

Autor:

Assessoria

Prefeitura